Bolsonaro acusa Mandetta de forjar números da Covid-19

No dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 40 mil óbitos e 800 mil casos confirmados de coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro fez uma grave acusação durante uma transmissão ao vivo em sua rede social na noite desta quinta-feira (11).

Bolsonaro disse que o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta adulterou números da Covid-19 no País durante sua gestão no comando da pasta. O presidente afirmou que os números passados por Mandetta eram ‘fictícios’ e que ele deu uma ‘inflada’ dos dados.