Autoridades do Brasil repudiam discurso de Bolsonaro em ato que defende intervenção militar

Autoridades do Brasil repudiam discurso de Bolsonaro em ato que defende intervenção militar

Não foi nada agradável a aparição de Bolsonaro (sem partido) em manifestação que pedia intervenção militar com ele no poder. O ato pede a derrubada do STF, Câmara e Senado Federal, o que é impossível de acontecer constitucionalmente.

O discurso de Bolsonaro em cima de caminhonete, e tossindo, foi criticada por diversos políticos e entidades. Entre as personalidades que repudiaram o comportamento do presidente estão: Ministros do STF, o presidente nacional da OAB, o ex-presidente Fernando Henrique, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, o governador de São Paulo, João Dória, senadores, o governador do Maranhão Flávio Dino, presidentes de partidos, governador do Ceará, Governador da Bahia, Governador do Rio de Janeiro e o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

O governador de Pernambuco disse que o que foi visto neste domingo foi uma grave crise à vida da população. Paulo Câmara alegou que é preciso da união de propósitos e de instituições fortes: “Falsos conflitos e manifestações inconsequentes são uma lamentável agressão ao país. Vamos vencer na democracia, com diálogo, responsabilidade e respeito, não com bravatas”, disse o governador pernambucano.