Arcoverde: Vereadora Zirleide renunciou cargo após dizer que mulher foi ‘castigada por DEUS’ por ter filho deficiente

A fala preconceituosa da parlamentar ocorreu em 30 de outubro deste ano durante reunião na câmara de Arcoverde

Mais relacionadas

Arcoverde: Vereadora Zirleide Renunciou Cargo Após Dizer Que Mulher Foi ‘Castigada Por Deus’ Por Ter Filho Deficiente
Imagem: divulgação/reprodução

A vereadora Zirleide Monteiro (PTB) renunciou ao cargo após forte pressão da mídia e das pessoas após dizer que mulher teria sido ‘castigada por Deus’ pelo fato dela ter uma criança com autismo. Após enviar carta de denúncia para a presidência da câmara, o processo foi arquivado, livrando a parlamentar de ficar inelegível em 2024.

O presidente da câmara disse que decisão de arquivar o processo de cassação ocorreu após o pedido formal de renúncia da vereadora investigada. A ex-vereadora usou as redes sociais para justificar o motivo da decisão, que ocorreu após reflexão e pedidos de retratação pública.

A fala preconceituosa da parlamentar ocorreu em 30 de outubro deste ano durante reunião na câmara de Arcoverde. O alvo da vereadora é uma mulher da cidade com um filho de 18 anos portador de autismo. O vídeo da vereadora foi divulgado por inúmeros veículos de comunicação.

Outras notícias

Você também pode gostar

Nossa equipe está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!