Advogado pede que Bolsonaro seja internado por “insanidade mental”

O JORNAL ESTADO DE MINAS publicou nesta sexta-feira (6) que um advogado do Ceará (CE) protocolou na 21ª Vara Federal do Distrito FEDERAL que o presidente Jair Bolsonaro seja interditado.

O advogado Antônio Carlos Fernandes, 69 anos, alegou que as atitudes do presidente andam em descompasso com sua postura de presidente.

No documento, o advogado destacou que a cada dia, de forma notória, o presidente demonstra não possuir discernimento e equilíbrio mental para os atos da vida política imposta pelo alto cargo que ocupa.

O advogado disse que Bolsonaro assusta a nação e afronta a Constituição, inclusive citando uma série de situações que comprovariam a “insanidade” de Bolsonaro, pedindo ao juiz “pelo bem comum da nação brasileira” que interdite Jair Bolsonaro.


Fonte: ESTADO DE MINAS / O POVO