Gravatá

A provável vitória de Léo do AR como presidente da Câmara de Gravatá

Tonho da Rodoviária, Bruno Sales, Léo do AR, Léo Giestosa, Régis da Compesa, Gil de Uruçu, Tadeu Orlando e Adeildo Abacaxi posam na presidência da câmara para foto após diplomação

É quase certa a vitória de Léo do AR (PSDB) como presidente da Câmara Municipal de Gravatá, agreste pernambucano. O motivo não poderia ser outro, a maioria dos vereadores foram eleitos na base do prefeito Joaquim Neto (PSDB), derrotado nas eleições deste ano.

Léo do AR tem sido visto frequentemente com seus aliados e provavelmente tem 2/3 dos votos do parlamento eleito e que será empossado oficialmente na próxima sexta-feira, primeiro de janeiro.

O grupo aliado de Léo do AR é composto por Tonho da Rodoviária (PTB), Bruno Sales (PSDB), Léo Giestosa (PTB), Régis da Compesa (PSL), Nino da Gaiola (PP), Gil Dantas (PSDB), Tateuzinho (PSDB) e Adeildo do Abacaxi (MDB).

Todos os citados são amigos de Léo do AR e os reeleitos foram tratados com isonomia ao longo da gestão do presidente da câmara. Mesmo com candidato próprio, o grupo do Padre Joselito dificilmente conseguiria romper um dos vereadores eleitos na base do prefeito derrotado.

Segundo informações, muitos vereadores eleitos foram tentados por manobras políticas e oferecimento de cargos, vantagens e troca de favores, mas nada serviu para mudar a opinião deles, que temem serem criticados caso votem contra ao grupo.

O FUTURO DE LÉO DO AR, se ele vencer:

Com o enfraquecimento de Joaquim Neto, após sua derrota nestas eleições, a vitória de Léo do AR como presidente da câmara poderá beneficiar politicamente todos os vereadores eleitos.

Na boca do povo, Léo do AR é um dos nomes mais fortes para disputar a prefeitura de Gravatá em 2024, e há quem diga que se o candidato de Joaquim fosse ele o resultado das eleições poderia ter sido outro.

O grupo de vereadores que votarem em Léo do AR para presidente da Câmara poderão ser seus grandes aliados em um futuro que está quase sacramentado.

O perfil de Léo do AR na câmara:

Ninguém pode negar que Léo do AR é um vereador experiente. Este será seu terceiro mandato. Ele conhece como giram todas as catracas da câmara. Como presidente da câmara, nenhum vereador de mandato pode se queixar, ele tratou todos por igual, concedendo todos os benefícios legais que o parlamento pode oferecer.

Léo do AR é um bom administrador, pagou em dia os funcionários e fornecedores; colocou a Câmara Municipal como uma das mais transparentes de Pernambuco e depositou todas as contribuições previdenciárias dos seus funcionários. Léo do AR encerra este ciclo de presidência com o sentimento de dever cumprido.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio