Projeto HumanIdade leva idosos ao Museu Cais do Sertão

A ação é do Governo de Pernambuco, através das secretarias de Justiça e Direitos Humanos e de Turismo, Esportes e Lazer em parceria com a Prefeitura do Recife

Recordar o passado, reviver memórias e conhecer a história do Sertão. Essas foram as experiências que cerca de 100 idosos viveram na tarde desta terça (13), no Museu Cais do Sertão. Destes, pelo menos 10 vivem na Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) Lar Batista para Ancião, no bairro da Várzea, e são assistidos pelo Projeto HumanIdade, ligado à SJDH e tocado pela Superintendência de Defesa a Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa.

A ação é do Governo de Pernambuco, através das secretarias de Justiça e Direitos Humanos e de Turismo, Esportes e Lazer em parceria com a Prefeitura do Recife. As pessoas idosas tiveram acesso gratuito e a programação contou com aula de dança, visitação aos espaços do museu e distribuição de exemplares do estatuto do idoso.

“Me emocionei neste passeio porque me trouxe lembranças da época que casei, lembrei de recordações simples, mas muito especiais como da máquina que eu costurava e da cristaleira que eu tinha em casa” contou a aposentada Edite Zacarias, 87 anos, que vive há nove no Lar. O Procon Pernambuco também marcou presença no evento forneceu orientações de relações de consumo aos idosos.

“Não é um momento tão somente de lazer, mas de proporcionar a integração do idoso institucionalizado e não institucionalizado, além de levar mais informações sobre seus direitos que possam empoderá-lo” destaca a superintendente de Defesa e Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa, Lucyana Moreira.

A iniciativa também foi prestigiada pela secretária-executiva de Justiça e Promoção de Defesa do Consumidor, Mariana Pontual; e pela secretária-executiva de Esportes do Recife, Yane Marques. A ativiade será continuada nas segundas terças-feiras de cada mês com a participação de outras ILPIs atendidas pelo HumanIdade.

Deixe aqui o seu comentário:

Comentários