PRF impede que gravataense cometesse suicídio pulando da Ponte da Serra das Russas

Ao ser questionado o motivo do nevosismo, o mesmo revelou que pularia da referida ponte porque já não encontrava mais sentido para viver.

Ponte construída na serra das russas se tornou local típico para cometimento de suicídio (Foto: arquivo/internet)

Horas depois de um homem cometer suicídio na ponte que dá acesso ao túnel Plínio Pacheco, localizado na Serra das Russas em Gravatá, outro homem, cuja a identidade foi preservada, tentou cometer o mesmo ato e foi impedido minutos antes por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo informações, o homem é de Gravatá e teria sido abordado no posto da PRF, que notou a atitude suspeita do envolvido. Ao ser questionado o motivo do nevosismo, o mesmo revelou que pularia da referida ponte porque já não encontrava mais sentido para viver.

A PRF retirou a chave da moto e iniciou uma conversa com o piloto, que precisou ser encaminhado para o ambulatório do Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa (HPDPVP).

Deixe aqui o seu comentário: